Nada dá errado, nunca

isabelle_dias_instagram

Para mim tinha dado tudo errado nesse post. Tudo mesmo. Era para ser um post sobre sete jeitos diferentes de usar aquele kimono que fez você torrar a sua mesada inteira (o que rolou comigo, sério!). Mas no dia que a gente tentou fotografar eu estava passando muito mal, com febre altíssima, corpo doendo e já tínhamos fotografado outros dois posts. Perguntei para o Moises se podíamos remarcar e ele foi um querido de entender. 

Da outra vez que fomos fotografar esse post, a Fê não podia ir e só conseguiríamos usar de locação um lugar que não iria ter infraestrutura para eu fazer sete trocas de roupa. Depois várias outras coisas aconteceram e não conseguimos fotografar o post a tempo. O que me fez ficar completamente chateada, irritada e me segurando para não chorar de raiva. Já que sentia que a culpa tinha sido completamente minha.

Depois de respirar várias vezes, orar e rejeitar esse sentimento dentro de mim – sentimentos assim me corroem e me jogam no chão de um jeito que vocês não imaginam – estava trocando uma ideia com Deus quando Ele me fez perceber uma coisa: do que adianta se estressar?

Sério, eu tinha feito tudo o que estava ao meu alcance para conseguir fazer esse post rolar, mas as coisas simplesmente não aconteceram a tempo. E, ok, isso não ia fazer o blog parar ou o mundo acabar. E, outra coisa, se eu vivo falando que todas as coisas cooperam para o meu bem, cadê esse mantra sendo vivido agora? 

isabelle_dias

Dia desses, eu estava conversando com um amigo extremamente querido. Daqueles que a gente agradece aos céus por ter entrado no nosso caminho, já que temos uma vida (e uma visão de mundo) extremamente parecida; o que faz com que a gente se compreenda, se ajude e cresça junto de várias formas. Ele estava muito triste e chateado sobre como as coisas vinham dando errado de forma sucessiva na vida dele nas últimas semanas. Ele estava realmente desanimado e com vontade de jogar tudo para o alto quando eu (num ápice de sabedoria e calma) respondi no maravilhoso chat do Facebook: 

“Quando a gente passa a viver sobre a verdade de que todas as coisas cooperam para o nosso bem É IMPOSSÍVEL QUE ALGUMA COISA DÊ ERRADO! SIM! I M P O S S Í V E L. Então, até quando as coisas parecem dar errado, na verdade elas dão certo. Parece louco dizer isso, mas insira aqui uma lista de todas as coisas ruins que aconteceram com ele nas últimas semanas que eu não vou descrever porque estaria expondo muito meu migo estão trabalhando juntas para o seu bem. Você pode nunca saber, mas, na verdade, elas te fizeram deixar de ir a certos lugares, conhecer certas pessoas e viver certas coisas que te prejudicariam e te tirariam do centro da sua jornada. Então, eu sei que é muito muito muito muito muito muito muito muito difícil e eu vou estar parecendo muito chata falando isso, MAS tenta ver as coisas por essa perspectiva. Nada deu errado. Tudo está trabalhando em conjunto para o seu bem. Tudo coopera para o seu bem.”

Esse conselho só rolou porque dias antes eu precisei aplicar isso na minha própria vida quando quase sai chutando as coisas pela casa porque as fotos do post não tinham rolado. E eu senti que precisava compartilhar isso com vocês.

Não se estressem por acharem que algo deu errado. Quando você passa a entender que tudo coopera para o seu bem, as coisas simplesmente param de dar errado. Entenda cada porta fechada como uma placa que está te direcionando para o caminho certo. Entenda cada porta fechada como desvio de uma situação que te arrasaria e só traria prejuízo. Entenda cada porta fechada como um lembrete para respirar fundo e lembrar que na maioria das vezes as coisas não acontecem como A GENTE planeja. Mas, acredite, quem tá planejando sabe muito mais das coisas.

O post do kimono não aconteceu, mas rolou esse aqui. E eu tô feliz por isso. 

E por aí, o que você faz quando tudo parece dar errado? Me conta, quero saber para tentar aplicar por aqui!

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
  • Blogger
  • Tumblr
  • Pinterest
  • Orkut
  • Reddit
  • Delicious
  • LinkedIn
  • Add to favorites
  • PDF
  • Print
  • Email
  • RSS

Como fazer um piquenique de última hora

piquenique

Se vocês me seguem no Instagram sabem que no início do  mês a Emille, do O Mundo Cabe na Minha Lente, passou um fim de semana aqui em casa. E a gente tinha praticamente 24 horas para fazer tudo o que demoraria, normalmente, uma semana! PENSEM NA CORRERIA! 

Mas foi incrível, de verdade. É maravilhoso ter por perto aqueles amigos queridos que moram longe. Parece que toda a saudade acumulada vira felicidade, animação e pique para aproveitar ao máximo. ♥ 

blue cup_piquenique

A gente colocou na cabeça que ia fazer um piquenique, não importando o que acontecesse. E nossa, como aconteceu coisa… Eu esqueci de comprar as coisas no dia anterior e começou a chover assim que a gente chegou. A chuva não deu para resolver, mas a organização do piquenique sim, haha! 

Então, aqui vai como organizar um piquenique o mais rápido e usando o mínimo possível! Você vai precisar de: 

1. Alguma coisa salgada 

pipoca_piquenique piquenique_pipoca pipoca_piquenique

Aqui a gente optou pelo mais fácil – pipoca. Para não ficar nada muito jogado resolvemos colocar em uns saquinhos bem fofos, assim ficava organizado e lindinho. 

2. Alguma coisa doce

piquenique fruta_piquenique

Eu toda #partiusersaudavel, logo fui convencendo a Emille de trocarmos chocolates por frutas. Compramos uma bandejinha com várias frutas já picadas e prontas para serem consumidas, assim só arrumamos nuns pratinhos e pronto!

2. Algo para beber

sucos do bem isabelle dias emille sucos do bem

Eu amooooooooooo Sucos do Bem. Sou viciada demais e sempre que algum amigo de fora do Rio vem para cá eu apresento. Não podia ser diferente dessa vez, né?  Então sucos de caixinha podem ser uma boa, são fáceis, práticos e bem mais gostosos do que refrigerante. 

Choveu, mas foi demais. A gente resistiu aos chuviscos e comemos, batendo papo enquanto deu. Depois arrumamos tudo correndo para não ficarmos completamente ensopadas (SIM!)

 ♥  Dicas do amor  ♥

♥  Se não tiver aquelas toalhas quadriculadas lindas, opte por uma canga. É grande, fica bonito e resolve. 

blue_cup

♥  Invista em copos, guardanapos, pratos e descartáveis coloridos e com estampas bonitinhas. Se você ama tirar foto de tudo (tipo eu e a Emi) isso vai te ajudar muito!

♥  Leve sacolas plásticas para armazenar os lixinhos produzidos, assim você não deixa sujeira no lugar.

♥  Escolha um parque legal e veja a previsão do tempo antes, haha.

isabelle_diasemille

É isso! A gente se divertiu demais nesse piquenique; é preciso de pouco para se divertir quando temos alguém que a gente gosta do lado. 

E por aí, vocês já fizeram piquenique? O que não pode faltar? Me contem, vamos trocar dicassss!

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
  • Blogger
  • Tumblr
  • Pinterest
  • Orkut
  • Reddit
  • Delicious
  • LinkedIn
  • Add to favorites
  • PDF
  • Print
  • Email
  • RSS

“Você não é todo mundo.” minha mãe estava certa

paradise_1

Eu tenho a teoria que todas as mãe se formaram na mesma universidade das mães. Com certeza ABSOLUTA você já ouviu sua mãe falar: “Me manda mensagem quando chegar lá”, “Não fica até tarde nesse computador que amanhã tem aula”, “Você só estuda, não é mais que sua obrigação!” e a clássica: “Você não é todo mundo”.

Quando eu era menor a minha mãe ainda completava “…quer dizer que se todo mundo pular de uma ponte, você vai pular também?” E, nossa, como isso me irritava! Eu não entendia o motivo de todos os meus amigos poderem fazer um monte de coisas e eu não. Eles podiam ficar na festa até de manhã, sair sem dar satisfação, viajar com o pessoal da turma a hora que quisessem e eu… eu não. Porque eu não era todo mundo.

Mas depois de um tempo, eu percebi que a minha mãe estava certa, eu realmente não era todo mundo. Porque todo mundo pegava geral na balada e eu – quando eu estava dando uma chance para baladas (depois descobri que não suportava) – ficava sozinha às 4 da manhã, porque achava muito sem graça sair beijando um desconhecido.

Todo mundo enchia a cara porque é legal ter coragem para fazer algo que normalmente você não teria. Mas eu achava meio nada a ver precisar beber para ter coragem; isso não é algo que a gente descobre e quando toma coragem, faz crescer e amadurecer? Do que adiantava só conseguir isso por umas horas e no outro dia ainda acordar com uma dor de cabeça absurda?

paradise_2

Todo mundo falava que só queria passar para uma faculdade e arrumar um emprego que pagasse as contas. Se dêsse dinheiro, estava ótimo, mesmo que eles odiassem o trabalho. E eu nunca aceitei arrumar um emprego só porque ele “pagava as contas”. Para mim, tem que me fazer acordar todo dia motivada, sabendo que eu tô fazendo algo que realmente faz sentido para mim! E mesmo se eu não ganhasse 100 mil por mês por isso, eu ficaria feliz por sentir que tô fazendo alguma diferença no mundo. Nem que seja na vida do motorista do ônibus, que não vai ter que me aguentar mal humorada todo dia, pro odiar meu trabalho.

Todo mundo postava no Facebook que Deus não existe e que isso tudo é uma invenção para fazer as pessoas darem seu dinheiro para um monte de ladrões. E eu tenho uma paz aqui dentro do meu coração que não consegue ser abalada por nada. Tenho a honra de ter como melhor amigo o mesmo cara que criou o Universo inteiro e a gente pode trocar ideia a qualquer hora, eu posso pedir conselho sobre qualquer coisa, tendo certeza que vou ser respondida e, o melhor, que seguindo esse conselho é impossível que as coisas deem errado.

paradise_3

Todo mundo pregava um amor sem apego e a família como uma instiuição falida; o casar como se prender e deixar de aproveitar o que a vida tem para oferecer. Mas eu sempre amei casamentos e acho que ter uma pessoa para construir sua vida junto, dividindo as dores, os amores, as alegrias e perrengues é simplesmente incrível. Ainda ter a possibilidade de trazer outra vida ao mundo e ensinar para ela tudo o que vocês sabem? Nossa! Sem palavras para descrever o quanto esse momento é aguardado por mim.

Verdade, eu não sou todo mundo. E isso é maravilhoso. Eu gosto de não ser todo mundo, não preciso pular dessa ponte, sou mais feliz aqui de cima.

E por aí, o que te fez perceber que você não é todo mundo? Me conta, vamos comparar no que pensamos diferente!

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
  • Blogger
  • Tumblr
  • Pinterest
  • Orkut
  • Reddit
  • Delicious
  • LinkedIn
  • Add to favorites
  • PDF
  • Print
  • Email
  • RSS