Como conquistar seu crush

justin+bieber+tumblr+collage

Eu estive apaixonada durante a maior parte da minha vida. E 99% por das vezes em que estive apaixonada não fui correspondida. Dói muito muito ser completamente apaixonado por alguém e não ter esse sentimento correspondido. O que eu mais queria era descobrir uma maneira de conquistar o objeto da minha afeição.

E ela existe! Existe uma fórmula mágica, tipo aquelas receitas de bolo, para conquistar o crush. E, se você quiser, pode dar uma olhada nela, tenho certeza que vai resolver o seu problema… por um tempo.

A parte ruim dessas fórmulas é que você não é você mesmo, mas sim um personagem. Olha que coisa incrível: a pessoa se apaixona completamente por uma versão sua que não existe! UAU! Que jeito incrível de começar um relacionamento.

Sua auto estima devastada, uma insegurança absurda e o constante medo das coisas não sairem como o planejado, são só algumas das maravilhosas possibilidades te esperando caso você resolva seguir essas fórmulas de bolo.

Posso te passar uma lista de links, caso você queira seguir nessa linha. Mas se quiser ter uma conversa de verdade sobre como conquistar o crush, pessoas idealizadas, o perigo de parar a sua vida por alguém que nunca vem e relacionamentos que valem a pena, é só continuar lendo.

O primeiro crush destrutivo a gente não esquece

Eu passei quase quatro anos esperando por alguém que nunca veio. Nessa época eu ainda não sabia do significado de crush, mas se soubesse com certeza esse seria o nome que daria ao objeto da minha afeição.

Acho que já comentei disso aqui antes, mas esse assunto ainda é um pouco doloroso de compartilhar. De forma resumida: eu criei uma outra versão minha, seguindo tudo o que eu descobria sobre os gostos do meu crush.

Ele gosta de alguma banda? Eu virava A FÃ, sabendo todas as músicas, história e nome dos integrantes.

Ele achava a Jennifer Lawrence linda? Eu cortava meu cabelo igual ao dela e ficava prestando atenção no jeito em como ela costumava se maquiar.

Ele sempre postava foto de Salada Caesar? Eu aprendia a fazer a receita, ué.

Passei longos anos me transformando em alguém que pudesse ter o mínimo de chances com ele. Nunca consegui. Na verdade, eu só me sentia cada vez menos bonita, menos divertida, menos inteligente.

Eu nunca me sentia boa o suficiente para ele. Na verdade, eu nunca seria. Já que eu estava tentando ser alguém perfeito para a pessoa que idealizei na minha cabeça.

Eu nunca tinha conversado com ele de verdade! Tudo o que eu sabia dele era especulação, stalk, coisas que amigos disseram… ou seja, algo que não era de verdade.

channing+tumblr+collage

O primeiro passo para conquistar seu crush

Um dos maiores problemas em ter um crush em alguém com quem não convivemos é a idealização injusta que criamos da pessoa. Ela é perfeita, super cool o tempo todo, só vai em lugares incríveis e tem aquele ar misterioso de protagonista de filme adolescente.

Posso te contar a verdade? Ninguém é assim. Ninguém é cool o tempo todo, ninguém só vai em lugares legais e eu duvido que a mãe de alguém ache o filho misterioso e gracioso.

As pessoas são mais parecidas com a gente do que pensamos, tanto nas alegrias quanto na tristezas e inseguranças. Não entregue seu coração e tempo para alguém que não é de verdade.

Então, primeiro passo passo para conquistar o crush: não o idealize.

A alegria de um stalk bem feito

Há mais ou menos um ano e meio eu me apaixonei completamente por um rapaz. Passei meses seguindo e analisando cada um dos passos dele na internet. Antes dele saber que eu existia, eu já sabia até qual tinha sido o dia em que o primeiro dente de leite dele caiu.

Um dia, por uma milagre, a gente começou a se falar. E foi incrível perceber que tudo o que eu achava que a gente tinha em comum, a gente realmente tinha! MEU DEUS! ENCONTREI O AMOR DA MINHA VIDA!

Os dias passavam e toda aquela euforia não passava junto. Minhas horas passaram a ser consumidas pela espera da próxima vez que a gente se veria, a próxima ligação que ele atenderia, a próxima mensagem que faria meu celular vibrar.

Na minha cabeça, o nosso casamento já estava organizado. O nome dos nossos filhos escolhidos. A legenda da nossa primeira foto como casal estava salva no bloco de notas.

adam+levine+tumblr+collage

O segundo passo para conquistar seu crush

Quando uma mensagem demorava a ser respondida, ou os olhos dele não brilhavam tanto ao me ver, eu ficava arrasada. Será que tem algo de errado comigo?

Sei lá, talvez eu não seja magra o suficiente (a droga desses momentos, é que as suas inseguranças mais ridículas são as primeiras a chegar para festa)? Eu sou chata? Ele está de saco cheio de ver filmes comigo?

Mesmo nos falando todos os dias e com ele me tratando do jeito que eu esperaria que um projeto de namorado me tratasse, um dia ele me pediu conselhos sobre uma garota por quem estava completamente apaixonado. Meu mundo caiu.

Em um determinado momento, eu não tinha mais lágrimas para chorar. Só deitava na minha cama e pensava no que eu tinha feito de errado.

Percebi que ele nunca tinha sido direto comigo a respeito do que sentia por mim. Para ele, eu só era uma ótima amiga, que tinha mil coisas em comum e era perfeita para tomar café e não ver a tarde passar. Só.

O meu erro foi colocar o rapaz no centro da minha vida, como prioridade do meu tempo, de onde minhas maiores alegrias vinham; quando ele ainda nem tinha andado de mãos dadas comigo.

A gente precisa aprender a ir com mais calma. Mesmo que tudo pareça caminhar exatamente como você sempre quis, não tire conclusões precipitadas. E, o mais importante, não dê à alguém incerto a prioridade do seu tempo, muito menos o centro da sua vida.

Segundo passo para conquistar o crush: não deixe sua vida (e seus pensamentos) ser dominada por ele.

leonardo+dicaprio+tumblr+collage

You rock!

Agora que já falamos sobre como devemos nos portar em relação às moças e moços, vamos falar sobre como a gente se trata?

Um dos meus maiores receios nessas fórmulas mágicas para conquistar alguém (falando do ponto de vista de quem as seguiu por muito tempo), é que elas te fazem bancar a imagem de uma pessoa que você não é.

Fazendo você achar que o seu jeito é errado.

Ah, então não pode ser extrovertida e espontânea? Tem que pensar bastante antes de falar e ponderar para ver se a pessoa pode não reagir como você quer.

Mandar cinco mensagens seguidas? Esquece, não pode! Ele vai achar você doida e possessiva.

Como é sofrido fingir ser alguém que a gente não é, na esperança de que gostem de nós. Isso não faz o mínimo sentido!

A minha ideia de conquistar o crush é fazer ele deixar de ser crush, virando alguém com quem eu vou viver um relacionamento de verdade. Relacionamentos de verdade são criados por pessoas de verdade. E você é uma (parabéns!).

john+mayer+tumblr+collage

O terceiro passo para para conquistar seu crush

Pessoas de verdade não vão ponderar o tempo todo o que vão falar. Vão ficar super animadas por algo e mandar umas dez mensagens seguidas. Elas vão ter dias onde não são simpáticas ou com bom humor. Isso vale para as duas partes que compõem esse relacionamento.

Nos últimos meses aprendi algo: quando a gente vive um relacionamento de verdade, ele tem dias bons e ruins. Dias incríveis e dias mais ou menos. Ele tem conversas difíceis, que fazem chorar e achar que as coisas vão dar errado. Mas também tem conversas que deixam tudo às claras, trazendo paz para o coração.

E a forma como você vai reagir dentro de um relacionamento de verdade não é a mesma que você reage durante a fase da conquista. E tudo bem ser assim! De forma natural as coisas vão amadurecendo e a forma como você se porta com a outra pessoa também. 

A única coisa que você não pode abrir mão, isso em nenhuma fase, é ser você mesmo. É obvio que existem aspectos da nossa personalidade que podemos e devemos trabalhar para fazer todos os relacionamentos da nossa vida melhores (eu, por exemplo, sou muito ansiosa e choro quando as coisas não saem como eu planejei).

Mas existem outros que devem ser mantidos, se você gosta deles (eu amo ser “ingênua” e sempre focar no lado bom dos outros, amo falar sem parar e gostar de fazer as pessoas ao meu redor se sentirem cuidadas) eles não precisam ser mascarados.

Uma pessoa que merece ter a honra de estar em um relacionamento com você vai entender e admirar esses aspectos.

Só seja você mesmo com orgulho. Não abra mão de ser você. Esse é o passo principal para conquistar o crush, de verdade e de um jeito que vale a pena. Se ele não se sentir conquistado, que pena para ele.

E por aí, você também já teve (ou tem) um crush? Me conta, quero saber como está sendo (ou foi)!

ps: agora a gente tem um Instagram só nosso! Segue lá @quintalblog 

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
  • Blogger
  • Tumblr
  • Pinterest
  • Orkut
  • Reddit
  • Delicious
  • LinkedIn
  • Add to favorites
  • PDF
  • Print
  • Email
  • RSS

10 comédias românticas (não clichês) para assistir online

filmes+romanticos+online

Eu tô querendo fazer essa lista há meses! A coisa que mais amo na vida é encontrar histórias fora da caixa, que fogem do que estamos acostumados a encontrar. E essa aqui é a minha lista de comédias românticas fora da caixinha. Eles podem não ficar juntos no final, a história pode não ter aquela amiga divertida e tenho certeza de que algum deles vai fazer diferença na sua vida.

Aproveitem alguns dos meus segredos mais bem guardados, até agora. 

  1. A la mala                                                                    

    Eu amo como esse filme tem tudo para ser clichê e não é! Eu nunca, nunca tinha visto uma história tipo essa. Eles deram uma roupagem totalmente nova para essa história de garota encontra cara rico e cafajeste, cara rico e cafajeste se apaixona por garota. E TEM UMAS CENAS FOFAS QUE SOCORRO! Segurando para não dar spoilers. Só corram no Netflix e vejam, agora.

  2. Se eu ficar

    É impossível terminar esse filme sem ficar apaixonada pelo Adam (ok, ele é quase meu namorado dos sonhos, então pode ter sido só eu). No início do filme, você vai achar a vibe mega Nicholas Sparks/John Green, mas a forma como a história se desenvolve e é contada, muda completamente o rumo disso. AH! Você vai ouvir Heart Like Yours, a música da cena final, por dias!
  3. Adam

    O Adam é tão completamente estranho, que chega a ser apaixonante. Amo quando os filmes conseguem tratar de forma real e delicada problemas como autismo e Síndrome de Asperger. Tinha tudo para ser um filme triste, mas é lindo e aconchegante, como um abraço.

  4. In your eyes

    Nas palavras de um amigo meu, esse filme é “extremamente agoniante”. E, sim, essa sensação de agonia pode acontecer por conflitos morais. Eu queria muito que algo acontecesse, mas se acontecesse seria errado e agora não sei o que fazer. A história é algo que… UAU. Tenho certeza que você nunca leu ou viu algo desse tipo. Mesmo sendo agoniante, é completamente fora de caixa e vale a pena assistir.

  5. Mesmo se nada der certo

    Tem Adam Levine e Mark Ruffalo, tem (muita) música boa, tem uma história incrível e tem no Netflix. Ok, já apresentem bons argumentos.

  6. A incrível história de Adaline

    Filmes de época tem meu coração, ainda mais se eles tem a Serena Van der Woodsen Blake Lively como estrela principal! Essa também é uma daquelas histórias apaixonantes, que fazem você achar que entendeu direitinho como o filme ia ser, para depois te deixar completamente admirada e chocada (de um jeito bom!) por as coisas não saírem como você tinha planejado.

  7. Como não esquecer essa garota

    Comecei a ver esse filme completamente sem pretensão e a história foi tomando conta de mim. Daquelas que fazem sorrir em frente a tela, sabe? Você pode achar que é uma versão de Como se Fosse a primeira Vez, mas não… Só assista e se deixe ser surpreendido.

  8. Meu namorado do futuro

    Esse filme é tão ruim, que é maravilhoso! A história é tão previsível, que chega a ser fora da caixa e completamente diferente do que a gente acha que vai ser. Não julgue o livro pela capa e dê uma chance!

  9. Guerra é guerra

    Sei que você deve estar achando (pelos atores e pelo trailer) que é mais uma comédia hollywoodiana e cheia de clichês, né? Espiões, legalmente loira, testes de produtos! Como isso pode ser clichê, gente?

  10. Monte Carlo

    Acho injusto esse filme estar na parte infantil do Netflix, mas vou superar! Pode parecer uma versão adaptada de 4 Amigas e um Jeans Viajante, só que não, ok? Dá uma chance para Selena Gomez te surpreender em como ela é boa atriz (#teamSelena).

E por aí, você tem algum filme romântico que goste muito e não seja clichê? Me conta, vamos compartilhar nossos tesouros!

ps: agora a gente tem um Instagram só nosso! Segue lá @quintalblog 

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
  • Blogger
  • Tumblr
  • Pinterest
  • Orkut
  • Reddit
  • Delicious
  • LinkedIn
  • Add to favorites
  • PDF
  • Print
  • Email
  • RSS

Como se sentir bonita

tess+holliday+chiara+ferragni+2

Eu acho a Tess Holliday maravilhosa. Mesmo. Não só por tudo o que ela representa, mas porque – de fato –  acho ela uma mulher linda! Em todos os aspectos. Cabelo, corpo, rosto, estilo, jeito… para mim, a Tess é uma mulher deslumbrante.

Mas eu tenho certeza absoluta que eu não me sentiria bem comigo se engordasse mais uns cinco quilos. E não é questão de gordofobia, é uma questão de entender o que acho bonito PARA MIM.

Eu sou completamente apaixonada pela Chiara Ferragni. Mesmo. Não só por ela ser uma empreendedora com uma história incrível, mas porque – de fato – acho ela uma mulher linda! Em todos os aspectos. Cabelo, corpo, rosto, estilo, jeito… para mim, a Chiara é uma mulher deslumbrante.

Mas eu tenho certeza absoluta que eu não me sentiria bem comigo se emagrecesse mais vinte e cinco quilos. E não é uma questão de não achar corpos dentro do padrão convencional bonitos, é uma questão de entender o que acho bonito PARA MIM.

Muitas vezes a gente se atrapalha toda por achar certas características lindas nas outras pessoas, mas não conseguirmos nos sentir tão bem quando elas estão na gente. Isso é um problema, afinal?

Como se sentir bonita, sendo fiel à você mesma, não fazendo as coisas por imposição de padrões estéticos e – ainda assim – reconhecer e exaltar a beleza no outro?

Como me sentir bonita se eu me acho horrível?

“Você é linda!” Eu já falei isso um milhão de vezes, você já deve ter ouvido isso mais umas duas milhões de vezes, mas mesmo assim parece não ser verdade, né?

Muitas vezes o não reconhecimento da sua beleza acontece porque você está com referências que não tem nada a ver com a sua realidade.

Por exemplo, já parou para ver quem você segue no Instagram? Há algum tempo atrás eu seguia várias meninas, bem magrinhas (magrinhas nível modelo), loiras, super bronzeadas… Me sentia super mal comigo. Todas elas são lindas, sim! Mas não tem nada a ver com meu biotipo e minha realidade.

Referência é tudo!

Depois que li esse texto no GWS (um dos blogs que mais acho incríveis nessa vida), sobre mudar nossas referências de beleza, entendi o motivo de muitas preocupações e cobranças sem sentido que eu tinha comigo mesma.

Fui deixando de seguir essas meninas e começando a seguir gente que tinha a ver comigo. Um corpo mais violão, morenas com cabelo volumoso (e lindo!), numa vibe e num estilo que eram mais os meus.

Não tô dizendo que você deva fazer isso (de sair dando unfollow na galera)… mas deu certo para mim. As vezes a gente precisa cortar algumas coisas pela raiz, para dar dar o pontapé inicial de mudanças definitivas.

debora+alcantara+barbie+nox+2

Quando você se cerca de um padrão irreal e inalcançável – não que você não tenha força de vontade para conseguir o que quiser, aqui estamos falando de biotipo (o tipo de coisa que não se muda com nenhuma dieta) -, vai estar SEMPRE infeliz e SEMPRE se achando feia.

Quando você começa a se cercar de belezas parecidas com a sua, ou que possuem algo com o qual você se identifica, começa a notar aspectos seus de outra maneira.

Hoje acho meu quadril lindo! Veste super bem o tipo de roupas que eu uso e só entendi e passei a admirar isso depois que comecei a seguir mulheres que tinham um biotipo parecido com o meu (mas essa vitória aqui eu dedico para a Débora Alcântara ♥).

Então, primeiro passo no tutorial de como se sentir bonita: mude suas referências!

Aprendendo as tretas

De qualquer forma, se sentir bonita é um processo.

Não é de um dia para o outro que você vai olhar o seu cabelo e ficar tipo: MEU DEUS, QUE COISA DE OUTRO MUNDO, ME AMO E EU NAMORARIA COMIGO FÁCIL!

Mas, ao começar a mudar o seu olhar a respeito de você mesma (e aqui as referências ajudam muito), você começa a descobrir como ser a sua melhor versão.

Se amar incondicionalmente não significa que você não vai usar maquiagem ou nunca mais comprar produtos para o seu cabelo. Significa que você vai passar a investir nas coisas certas.

Agora que você já segue meninas parecidas com você, fique de olho nas dicas delas.

“Que produtos ela usa para deixar o volume do cabelo tão controlado? Mas olha como ainda continua brilhante e tem movimento! Isso é algum finalizador?”

“Hm… ela usa bastante cintura alta. E fica lindo, marca o quadril e alonga as pernas. Porque não tentar?”

“Ah! Ela tinha o mesmo problema que eu tenho com manchas na pele muito clarinha… deixa eu ver como foi o tratamento, vou comentar dele com o meu dermatologista.”

Essas coisas, gente. Pessoas com belezas e biotipos parecidos, provavelmente já enfrentaram os mesmos problemas em relação aos mesmos. Por isso é sempre legal descobrir como as pessoas que te inspiram lidaram com o assunto.

Com certeza, as soluções são infinitamente mais viáveis para você do que seriam soluções dadas por quem não tem nada a ver com seu biotipo e beleza.

kylie+jenner+tuula+vintage+2

De você só te uma

Mesmo se inspirando e pegando dicas de pessoas parecidas com você, entenda que você é única.

Não queira ser igual à ninguém. Não copie cegamente qualquer coisa que alguém fez e deu certo.

Pondere. Pense. Digira.

Entenda quem é você. Seus pontos fortes, seus pontos fracos, onde está e para onde quer ir. Tanto esteticamente quanto na sua vida pessoal e profissional.

Você é feito de corpo, alma e espírito. E os três devem ser cuidados, entendidos e levados em conta da mesma maneira. Se um está desequilibrado, todo mundo sofre. E você sente aquele vazio sem explicação.

Então, se respeite. E, mais uma vez, entenda que é um processo. De conhecimento, aceitação e paciência. Nem todos os dias são incríveis, mas se a gente consegue entender que os dias ruins são só uma parte bem pequena do inteiro, já avançamos bastante.

Ainda sobre a Tess e a Chiara

Só para fechar: eu não me acho muito bonita quando estou acima do peso, nem abaixo dele. E isso não é gordofobia ou ignorar completamente outros tipos de beleza, é só auto conhecimento.

Ser gordo ou magro não define caráter ninguém. É só mais uma característica, como ter cabelo loiro, sobrancelhas grossas ou ser bronzeada.

Eu também não gosto de cabelo loiro em mim, mas isso não me impede de achar a Adele surrealmente maravilhosa.

Eu tô na luta para deixar minhas sobrancelhas mais grossas, mas MEU DEUS DO CÉU, como o rosto da Angelina Jolie é assimétrico e ela é linda de morrer.

Viu? Você pode (e deve) reconhecer, admirar e elogiar belezas diferentes da sua. Mas se conheça o suficientemente bem para entender o que você acha bonito em você. E respeite isso.

E por aí, como vocês fazem para se sentirem bonitas? Já viveram (ou vivem) algum problema de auto estima? Conta para mim aqui nos comentários, quero muito ouvir suas histórias!

ps: agora a gente tem um Instagram só nosso! Segue lá @quintalblog 

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
  • Blogger
  • Tumblr
  • Pinterest
  • Orkut
  • Reddit
  • Delicious
  • LinkedIn
  • Add to favorites
  • PDF
  • Print
  • Email
  • RSS