Sobre se importar (demais) com o que os outros pensam

nasty_gal_lookbok

Vivemos em sociedade. Então é normal pensar como nossas decisões vão afetar o outro. Até aí, tudo bem, concordo que devemos pensar no próximo ao tomar certas decisões. O problema começa quando esquecemos completamente o nosso lado e passamos a basear nossas decisões, ações e sonhos no que os outros vão pensar. Jogando para escanteio nossas vontades para viver a dos outros.

O quanto você REALMENTE se importa com o que as outras pessoas pensam? Quando essa preocupação começa a ditar nossas decisões no modo como nos vestimos, falamos, sonhamos e amamos, as coisas começam a sair um pouco do controle. E aí nos tornamos prisioneiros das expectativas alheias ao nosso respeito. A vida perde a graça, deixa de ser nossa.

Entenda uma coisa: as pessoas sempre vão ter uma opinião sobre você. Seja ela boa ou ruim. Julgamentos sempre vão vir de todos os lados, estando errados ou certos. Isso é algo que não dá para mudar e ponto. Então, do que vale colocar os outros como prioridade nas decisões que só desrespeitam a gente? 

Pode ser difícil dar um passo fora da zona de conforto e assumir para o mundo seus gostos e sonhos mas, acredita em mim, vai valer a pena. Construir a vida dos SEUS sonhos, com a SUA cara, baseada nos SEUS erros e acertos não tem preço.

“Importe-se com a aprovação dos outros e você se tornará prisioneiro deles” ­– Lao Tsé

E por aí? Já precisou tomar alguma decisão que ninguém mais apoiava mas você foi em frente e acreditou? Me conta aqui em baixo, quero muito saber!

  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
  • Blogger
  • Tumblr
  • Pinterest
  • Orkut
  • Reddit
  • Delicious
  • LinkedIn
  • Add to favorites
  • PDF
  • Print
  • Email
  • RSS